Thursday, October 11, 2012

Avrocar - American Aircraft

The VZ-9- AV Avrocar was a Canadian VTOL aircraft developed by Avro Aircraft as part of a secret US military project carried out in the early years of the Cold War. Two prototypes were built as "proof-of-concept" test vehicles for more advanced USAF fighter and US Army tactical combat aircraft. The Avrocar intended to exploit the Coandă effect to provide lift and thrust from a single "turborotor." Thrust from the rotor was diverted out the rim of the disk-shaped aircraft to provide anticipated VTOL-like performance. In the air, it would have resembled a flying saucer. In flight testing, the Avrocar proved to have unresolved thrust and stability problems that limited it to a degraded, low-performance flight envelope; subsequently, the project was cancelled in 1961


Friday, August 31, 2012

NASA financia aeronave conceitual capaz de mudar sua orientação




Um dos principais desafios encontrados por engenheiros ao projetar uma aeronave é conciliar a velocidade máxima do veículo com a facilidade na hora de realizar pousos e decolagens. Enquanto no primeiro caso o uso de asas com dimensões reduzidas se mostre mais apropriado, quanto maior a dimensão dessa parte de um avião, maior a facilidade que um piloto tem para sair do solo ou retornar a ele.
Para resolver esse problema, a NASA está financiando a construção de um avião capaz de realizar rotações de 90 graus durante o voo. O projeto, batizado como “supersonic bi-directional flying wing” (SBiDir-FW) conseguiria mudar sua orientação de maneira totalmente livre como forma de se adaptar a diferentes situações.
A única diferença estrutural entre os dois modos de voo (além do fato de que um deles apresenta asas com dimensões maiores) é que, em sua configuração subsônica, a aeronave apresenta winglets. Quando esses acessórios são dobrados, ocorre uma mudança aerodinâmica no veículo que faz com que ele mude de orientação e passe a voar em modo supersônico, sem que o processo exija qualquer dispositivo mecânico adicional.

US$ 100 mil em financiamento

Segundo a NASA, a versão final do projeto deve ser capaz de alcançar velocidades que ultrapassam o Mach 2, sem que isso represente um grande consumo de combustível. A expectativa é que cada avião desse tipo tenha espaço para comportar um máximo de 70 passageiros.
NASA financia aeronave conceitual capaz de mudar sua orientação (Fonte da imagem: Divulgação/NASA)
A agência norte-americana destinou US$ 100 mil para que os responsáveis pelo projeto consigam desenvolvê-lo melhor na Universidade de Miami. Caso tudo ocorra bem, os criadores do SBiDir-FW podem receber um prêmio de US$ 500 mil em algum momento. Embora isso não signifique que veremos o veículo cruzando os céus tão cedo, projetos do tipo mostram que o futuro da aviação deve ser bem diferente do que imaginamos.
Fontes: NASADVICE


Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/aviao/29239-nasa-financia-aeronave-conceitual-capaz-de-mudar-sua-orientacao.htm#ixzz257Va80at

Monday, August 6, 2012

Dream or nightmare?




Quem se decepcionou com as possibilidades oferecidas pelo Google Glass tem no curta-metragem Sight uma oportunidade de ver os possíveis desenvolvimentos futuros da tecnologia. O vídeo mostra um cenário ficcional em que displays integrados à visão humana controlam toda a nossa vida digital.
A produção é resultado de um projeto de conclusão de curso da Academia de Belas Artes de Bezaleal, realizado por Eran May-raz e Daniel Lazo. No mundo criado por eles, a única tela de que precisamos para interagir com o ambiente virtual está localizada dentro de nossos próprios olhos.
Embora as ideias apresentadas no vídeo se mostrem um pouco exageradas em certos momentos, muito do conteúdo mostrado já pode ser feito pelas tecnologias de que dispomos atualmente. De certa forma, as limitações apresentadas pela invenção da Google podem ser consideradas algo positivo, especialmente quando se leva em conta o fato de que é possível desativá-los facilmente e voltar a viver a vida da maneira “normal”.
Fonte: Vimeo


Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/realidade-aumentada/27395-video-mostra-as-possibilidades-nao-exploradas-pelo-google-glass.htm#ixzz22mY53W2m

Monday, July 23, 2012

Quantum Object Teleported 91 Kilometers by Chinese Scientists



Though quantum teleportation has existed for well over 10 years, it has never actually happened at a distance that would be of any use to people in the real world. But for the first time, Chinese researchers were able to teleport a quantum object nearly 91 kilometers, ramping up the real world applications for the idea.According to Technology Review, the quantum teleportation does not involve dematerializing and then re-materializing physical matter, but rather using a photon to transmit the quantum state of one object to another, thus allowing the recipient to become a clone of the sender (think of it kind of like your consciousness inhabiting someone else's body).Using a 1.3 watt laser, the scientists developed a guide mechanism that allows a photon to make it from point A to point B without getting lost. Satellite based quantum communications—which could be useful for quantum cryptography—are an application which scientists are particularly excited about. [Technology Review]

Embora o teletransporte quântico já existe há bem mais de 10 anos, nunca foi realmente aconteceu a uma distância que seria de alguma utilidade para as pessoas no mundo real. Mas pela primeira vez, pesquisadores chineses conseguiram teletransportar um objeto quântico cerca de 91 quilômetros, incrementando as aplicações do mundo real para a idéia.
De acordo com a Technology Review, o teletransporte quântico não envolve desmaterialização e então re-materializando a matéria física, mas sim usando um fóton para transmitir o estado quântico de um objeto para outro, permitindo assim que o destinatário se tornar um clone do remetente (pense como se sua consciência habitasse o corpo de outra pessoa).
Usando um laser de 1,3 watt, os cientistas desenvolveram um mecanismo de guia que permite um fóton ir do ponto A ao ponto B sem se perder. De satélites baseados em comunicações quânticas, que poderiam ser úteis para a criptografia quântica, é uma aplicação que os cientistas estão particularmente entusiasmados. [Technology Review]


'Tradução livre"